Anita D'Ambrosio - "Tratamentos" de Queratina? Não, Obrigada!

“Tratamentos” de Queratina? Não, Obrigada!

Quantas vezes não nos tentaram vender tratamentos de Queratina no nosso cabeleireiro de confiança ou em qualquer outro cabeleireiro em que estivemos de passagem?

 

Os argumentos são sempre os mesmos. É importante cuidarmos do nosso cabelo com tratamentos periódicos de Queratina, para nutrirmos e hidratarmos o cabelo, de forma a repará-lo e devolver-lhe o seu brilho e suavidade, entre outras supostas vantagens…

 


Mas afinal o que é a Queratina?
A Queratina é uma proteína natural que se encontra no cabelo, na pele, nas unhas e nos dentes. Com o passar do tempo e frequência das lavagens, esta proteína vai-se debilitando pelo qual o nosso cabelo começa a ter uma aparência opaca e crespa, quebrando-se com maior facilidade.


E os tratamentos de Queratina, o que são?
Embora os tratamentos de Queratina tenham várias vantagens, estes tratamentos são aplicados através de produtos químicos cuja finalidade é devolver ao cabelo uma proteína natural através de um processo artificial. Alguma coisa aqui parece não estar certa, não é verdade?

 

Não é por acaso que os tratamentos de beleza de Queratina têm muitos efeitos secundários, como a perda de cabelo e um cabelo mais seco e estragado após algumas lavagens, devido ao uso da prancha em altas temperaturas que serve para que o produto químico possa penetrar no cabelo e “repará-lo”.

 


Aqui entra a Natureza e traz algo para nos oferecer!
Depois desta explicação um pouco desagradável de como funcionam os tratamentos de beleza de Queratina, uma pergunta surge espontaneamente… Será que existem métodos caseiros para curar o nosso cabelo e devolver o seu brilho, suavidade e hidratação?

 

Boas notícias! Mais uma vez a Natureza não nos deixa ficar mal e oferece-nos várias soluções para que possamos cuidar do nosso cabelo de forma saudável, natural e sustentável. Vem conhecê-las!
— Anita D’Ambrosio, Health Coach Holística


Ingredientes naturais amigos do nosso cabelo!
Entre os ingredientes naturais amigos do nosso cabelo (e do ambiente!), encontram-se o azeite, ovos, mel, óleo de coco, abacate, banana, e os óleos de amêndoas.

Seguem algumas dicas, para que também tu, possas preparar uma máscara, que de uma forma natural e saudável devolva a saúde ao teu cabelo (e para que possas poupar algum dinheiro também!) 🙂

 

1. Reparador e Fortificante: Mel

Preparação: misturar meia caneca de mel com 1 ou 2 colheres de azeite. Aplicar o composto no cabelo húmido, deixar repousar a máscara durante 10 minutos e lavar posteriormente com champô e água morna.

 

2. Reparador e Fortificante: Banana

Preparação: bater energicamente meia banana com um ovo até obter um composto líquido e bem misturado. Adicionar 1 ou 2 colheres de azeite, sumo obtido de meio limão e 1 colher de mel. Misturar todos os ingredientes e aplicar o preparado massajando o cabelo seco. Deixar repousar durante 15 minutos. Lavar com champô e água morna.

 

3. Reparador (pontas quebradas): Óleo de amêndoas

Aplicação: Aplicar a partir de metade do cabelo até as pontas secas. Pode ser misturado com outros óleos, mas deverá ser sempre o ingrediente base. Deixar repousar durante 30 minutos e lavar com champô e água morna.

 

4. Aliviador e Reparador: Azeite

Preparação: Misturar 2 colheres de azeite, 2 colheres de sumo de limão e 2 colheres de água. Colocar o composto sobre o cabelo húmido e deixar repousar durante 30 minutos. Lavar com champô e água morna.

 

5. Fortificante: Ovo

Os ovos são ricos em proteínas e ácidos gordos essenciais que ajudam a tratar as pontas espigadas. Porque o cabelo é composto principalmente de proteínas, os ovos ajudam a fortalecer os folículos pilosos. Além disso, o ovo ajuda o cabelo a ficar liso, reduz os emaranhados e aumenta a resistência à quebra.

Preparação: Misturar a gema de um ovo com 2 colheres de azeite ou óleo de coco. Deixar repousar o composto no cabelo entre 15-30 minutos. Lavar o cabelo com champô e água morna.

 

6. Humidificante e Fortificante: Abacate

Preparação: Moer meio abacate e misturá-lo com meia colher de azeite. Aplicar o composto no cabelo húmido e massajar. Deixar repousar durante 10 minutos e lavar com champô e água morna. Para um tratamento mais profundo, podem adicionar 3 gotinhas de óleo essencial de alecrim ou lavanda.

 

Todas as máscaras de que acabámos ler a descrição têm uma função hidratante e nutritiva, e devolvem o brilho e suavidade ao cabelo. Na preparação das máscaras deve-se misturar sempre os ingredientes com uma colher de madeira para não alterar as propriedades dos ingredientes.

Este é mais um bom exemplo dos poderes curativos da Natureza, e de como através da dela nos podemos curar de uma forma saudável e sustentável.

Quem se atreve a experimentar uma destas máscaras? Eu já experimentei e o resultado está garantido! 🙂 Partilhem comigo as vossas experiências!

Escreve um comentário