O Pesto Laranja Também Existe!

Naquele tempo, os navios genoveses que se dirigiam e voltavam do Oriente, paravam no porto de Trapani, considerado na altura um dos portos estratégicos do Mar Mediterrâneo. Com eles, traziam a tradição do pesto da Ligúria feito à base de pinhões, manjericão e alho, dando desta forma aos Trapaneses, acesso a este delicioso molho.

Os Trapaneses, por sua vez, que viviam rodeados de frutos secos típicos do Norte de África e da Ásia Ocidental, introduzidos através da relações comerciais com o resto dos povos do Mar Mediterrâneo, decidem então substituir os pinhões pelas amêndoas, adicionam ainda o tomate e… Mamma Mia!! A versão “alla siciliana” e igualmente deliciosa do pesto foi criada!

A receita do pesto “alla siciliana” trata-se de uma receita crua, utilizando o almofariz, já que o termo “pesto” vem do verbo italiano “pestare” que significa “moer”.

 

O que se pretende com o almofariz, quando utilizado em receitas, é conservar a cor e o sabor dos alimentos, já que com os processadores de alimentos o que acontece é que as moléculas ao serem processadas perdem as suas características e qualidades originais.
— Anita D’Ambrosio, Health Coach Holística

 

Este pesto delicioso de cor alaranjada é um molho a consumir preferencialmente no verão, de forma a utilizar e respeitar os alimentos da época e os benefícios que estes trazem para a saúde.

 

De um ponto de vista nutricional, é um prato rico em antioxidantes (azeite), cálcio (amêndoas e manjericão), antibiótico natural (alho) e que ajuda a proteger da visão contra os raios solares, já que o tomate é um alimento rico em luteína.
— Anita D’Ambrosio, Health Coach Holística

 

Depois de toda esta introdução histórica, forma particular de criação, cor e sabor, adicionando ainda todas as vantagens que tem para a saúde, não há como não experimentar esta receita. Aqui fica!

 

RECEITA (para 2 pessoas)

Para a elaboração desta receita é importante a utilização de um almofariz grande, de forma a facilitar a moagem e mistura de todos os ingredientes.

 

Ingredientes:

  • 5 tomates maduros
  • 2 dentes de alho
  • 30g de amêndoas descascadas
  • 25g de manjericão
  • Azeite virgem extra q.b.
  • Sal q.b.
  • Pimenta preta q.b.


Preparação:

1. Descascar os dentes de alho e extrair o seu núcleo interior, que a parte que mais dificulta a digestão;

2. Lavar as folhas de manjericão e secá-las com um pano de cozinha;

3. Moer no almofariz o alho juntamente com sal e manjericão, adicionando o azeite virgem extra aos poucos q.b. até obter um molho cremoso;

4. Separadamente moer as amêndoas descascadas até obter uma espécie de farinha. Alternativamente pode usar-se as amêndoas com pele, mas primeiro é necessário escaldá-las brevemente, retirar a pele e secá-las com um pano de cozinha;

5. Pelar os tomates e cortá-los em pedaços pequenos e finos;

6. Juntar todos os ingredientes no almofariz, adicionando pimenta preta e duas ou três colheres de sopa de azeite virgem extra,

7. Deixar repousar o molho antes de ser adicionado à massa ou para fazer bruschette com pão.

 

 


Dicas:

Caso utilizem o molho com massa, escolher preferencialmente massa integral e comprida, para uma melhor combinação de sabores;

Se prepararem o molho no verão, podem igualmente adicionar a hortelã junto com o manjericão, pois confere-lhe uma sabor refrescante;

As amêndoas descascadas podem ser tostadas numa frigideira antes de serem moídas no almofariz, de forma a dar um sabor diferente ao molho;

Se utilizarem o molho com a massa, podem ralar queijo parmesão em cima, ao estilo Italiano;

 Podem substituir o queijo por queijo vegano (ver receita queijo vegan com amêndoas) ou por pão ralado, previamente tostado um pouco na frigideira.

 

Com esta receita de pesto “alla siciliana” com cor e sabor particulares, não há como não surpreender familiares e amigos! Cá em casa já surpreendeu 🙂

Fico à espera da partilha das vossas experiências!

Escreve um comentário